Você está em: Home > Tecnologia, Tecnologia da Informação > Bridge e Roteador

Bridge e Roteador

vvv

Bridge e roteador podem ser dois equipamentos diferentes ou duas configurações diferentes de um mesmo equipamento de transmissão de pacotes de dados. Para entender a diferença entre eles é necessário um breve resumo sobre as camadas do modelo OSI.

São 7 ao total (camada física, camada de ligação de dados, camada de rede, camada de transporte, camada de sessão, camada de apresentação e camada de aplicação) que separam o código-fonte de forma lógica, contribuindo na execução do software. Para entender as peculiaridades entre os dois é necessário entender apenas as três primeiras.

A camada física(primeira) é responsável pelas especificações elétricas e mecânicas entre um equipamento e o meio de transmissão, como um cabo por exemplo. A camada de ligação(segunda) controla a recepção e transmissão de dados em uma mesma rede sendo que a camada de rede(terceira) também é responsável pela transferência de dados mas em redes diferentes. Visto isso vamos às especificidades entre a Bridge e o Roteador.

Roteador é um dispositivo para a ligação entre duas redes diferentes permitindo que os dados sejam transferidos entre elas e controlando o fluxo dos mesmos por atuar na camada de rede do modelo OSI. É responsável por encontrar caminhos mais rápidos e curtos para as transmissões melhorando o desempenho. O roteador recebe os dados, chamados de pacote e os encaminha para o destino desejado baseado na tabela de roteamento.

Além disso tem como vantagem mais segurança na conexão por ter endereço de IP local e firewall interno; autenticação automática, sem a necessidade de instalação ou configuração. Entretanto há necessidade de liberar portas para determinados programas e dificulta a atualização de alguns softwares como servidores.

A Bridge também é um dispositivo de conexão de redes mas atua apenas nas redes conectadas logicamente entre si por operar apenas na camada dois. Ela funciona como uma ponte, daí o nome, trafegando os dados de um lado ao outro, restringindo a entrega de informações a conhecidos.
Como uma ponte, a bridge capta a informação de um lado e transfere para o destinatário por um caminho, meio físico, já estabelecido com o mesmo protocolo de comunicação, sem passar por intermediários ou procurar um caminho mais rápido. Não precisa liberar portas específicas mas necessita que um discador estabeleça a conexão.

Portanto existem grandes diferenças entre os dois. Enquanto a bridge só faz a ‘ponte’ entre redes, o roteador cria rotas rápidas e curtas. Estes permitem a transmissão de pacotes entre redes não ligadas logicamente enquanto as bridges só trabalham em uma mesma rede, isto porque o primeiro opera na camada 3 do modelo OSI enquanto a segunda apenas na camada 2. Assim apesar de terem em comum o objetivo final de transmitir dados, roteador e bridge tem especificidades e funções diferentes cabendo ao usuário optar pelo qual corresponda as suas necessidades.

Tags: ,

Leave a Reply

Copyright © 2017 Diferença Entre. Alguns direitos reservados.
Avenida Paulista, 742 - São Paulo / SP - CEP 01310-000.