Você está em: Home > Saúde e Qualidade de Vida > Hipotireoidismo e Hipertireoidismo

Hipotireoidismo e Hipertireoidismo

No organismo existe uma glândula produtora de hormônios (T3 e T4) localizada no pescoço, essa responsável por uma pessoa possuir hipo ou hipertireoidismo.

 

A diferença existente entre o hipotireoidismo e o hipertireodismo é muito simples. Em um a glândula apresenta deficiência em produzir hormônios, acabando por produzir menos, enquanto no outro produz uma quantidade maior que a normal. Essa disfunção se dá principalmente em mulheres.

Hipotireoidismo:

É a diminuição de hormônios tireoidianos, geralmente causados por falta de iodo, que acaba por tornar o metabolismo da pessoa cada vez mais lento.
Surgem complicações como: pele seca, fala rouca, queda de cabelo, unhas fracas, sensibilidade a temperatura, falha na memória, cansaço, sonolência, depressão, ganho de peso, intestino preso, colesterol elevado, fraqueza, dores musculares e articulares, menstruação irregular, fadiga, raciocínio lento, falta de apetite. Mas, existe tratamento à base de levotiroxina, um comprimido tomado diariamente para regulação e produção necessária de hormônios reduzindo consideravelmente os sintomas.
O hipotireoidismo em recém nascidos é chamado de Tireóide Congênita, com ela a criança pode crescer com uma estrutura pequena, anormal para idade e também prejudicar o seu desenvolvimento intelectual. Há também, alguns casos que tem como conseqüência essa disfunção, como por exemplo, a Tireóde de Hashimoto e a Síndrome de Down.

Hipertireoidismo:

É o aumento de hormônios tireoidianos (ao contrário do hipotireoidismo) deixa o metabolismo rápido, geralmente é causado pela Doença de Graves, pelo excesso de iodo na alimentação, Tireoidite, nódulos na glândula que acumulam iodo.
Surgem complicações como: aumento do Bócio (glândula do sistema linfático), irritabilidade, nervosismo, insônia, hiperatividade, fome, perda de peso, pele quente e úmida, cabelos finos e queda dos mesmos, aumento da pressão arterial, aceleração dos batimentos cardíacos, tremores, depressão, olhos mais projetados pra fora, ciclo menstrual e irregular, infertilidade, musculatura fraca.

Também há tratamento, pode ser feito com a aplicação de iodo radioativo (que diminui o tamanho da tireóide), dietas para controlar o iodo, remédios antitireódeanos para bloquear a produção de hormônios ou até mesmo a retirada da glândula que após será tratada como se fosse um caso de hipotireoidismo, o qual se deve tomar medicamentos para reposição de hormônios.

Termos de busca comuns:

hipotireoidismo x hipertireoidismo, hipotireoidismo e hipertireoidismo, hipertireoidismo x hipotireoidismo, hipotireoidismo, hipertireoidismo e hipotireoidismo, diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo, hipertireoidismo, qual a diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo, diferença entre hipertireoidismo e hipotireoidismo, qual a diferença entre saúde e qualidade de vida?

Tags:

Leave a Reply

Copyright © 2014 Diferença Entre. Alguns direitos reservados.
Avenida Paulista, 742 - São Paulo / SP - CEP 01310-000.